Home

Pesquisar este blog

Carregando...

segunda-feira, 24 de setembro de 2012

Casa em Meio Terreno

Após um tempinho sem postagem, vou postar sobre um projeto que achei muito bem feito na minha opinião.
Não sei em outras cidades mais aqui em Indaiatuba a procura por diferenciar obras em meio terreno vem crescendo, aliás como pode ter tanto terreno pequeno na cidade, ainda mais com a liberação do desmembramento.

Ai vai uma idéia bem bacana e para solucionar a falta de espaço.

Aqui é a vista da rua, a fachada é bem retilínea, mas o uso da marquise de aço e esquadrias de madeira deram volume ao mesmo.





















Fachada dos fundos : O uso da cobertura de aço e vidro na varanda e o deck inferior deram charme e deixaram o ambiente harmonioso e bem arejado.



















No corredor, as marquises de ferro e vidro deixam a luz entrar e o jardim vertical (Neo-Rex) disfarça a altura do muro.















Boa ideia para ganhar espaço: sa escada em u embutida, o uso do armario abaixo.
No piso, tábuas de peroba-rosa de demolição (Ouro Velho) dando aconchego e efeito térmico e acústico no local.







Para a sala parecer maior: as esquadrias de freijó ligam o ambiente com o jardim vertical. O peitoril de 60 cm (mais baixo que o usual) propicia ampla integração dando iluminação natural e um ar que verticalização.
Amei a idéia, casa fresca e arejada sempre.







Comunicação com os fundos: a copa e a cozinha fcaram maiores que a sala, como previsto. Voltadas para o fundo, ganham amplitude. Integração aumentou muito os ambientes.











Para termos ideia a planta baixa dos pavimentos superiores.

Na copa o uso da ultima tendencia, tijolos aparentes, o tom de azul da mais vida.

No banheiro da suíte, o piso e o boxe têm pastilhas de 1 x 1 cm (Cerâmica Atlas) e paredes pintadas. Clarinhos, os armários de compensado naval com laminado melamínico no interior e pintura externa de laca harmonizam-se com louças da linha Vogue Plus, da Deca.
A casa agora conta com dois recantos de lazer. No quintal reúno os amigos e na laje dá até para tomar um sol. O primeiro local, com acesso por uma escada de cumaru e estrutura de ferro , tem lugar para a churrasqueira e uma mesa generosa. Também de cumaru, o biombo fxado na parede confere privacidade ao pátio.


A cobertura tem privacidade desses artifícios. No topo do morro, fca protegida de olhares alheios e permite avistar boa parte da cidade. Com direito a chuveirão, tem deck removível, fácil de manter. “O solário era o que faltava para a casa fcar perfeita”.
















Enfim uma casa completa e tudo isso em um terreno de no máximo 125m² e o melhor difrente de qualquer outra que é padrão respeitando os recúos.

Boa ideia não acham?







2 comentários:

  1. Como é o acesso ao solario?

    Porque na planta a escada não aparece.

    Grato

    ResponderExcluir
  2. No projeto que foi disponibilizado pelo o Arquiteto Gil Mello havia somente este projeto. Também fiquei com dúvidas em algumas áreas, mais só compartilhei para ter ideias de casa neste modelo.
    Obrigada pela Visita Erick

    ResponderExcluir

Obrigada por comentar!
É um prazer recebe-la (o) em meu blog!
bjinhus ;D